Vereadores de Porto Belo encaminham ofícios à Celesc e ANTT

0
60

Em sua primeira diligência de 2021, a Câmara Municipal, representada pelos vereadores Juliano Guerreiro (Progressistas) e Jonas Raulino (MDB), respectivamente primeiro e segundo secretários da Mesa Diretora, bateu à porta da Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) e Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) na tarde desta terça-feira (19). Jonas e o Professor Juliano, como é conhecido, levaram ofícios com pedidos de providências à unidade regional e também à chefia estadual da Celesc, em Itajaí e Florianópolis, e ao escritório estadual da ANTT, também na capital catarinense.

Na companhia de eletrificação os parlamentares pediram esclarecimentos e providências relacionadas às constantes quedas de energia em diversos pontos do município. Questionaram também o atendimento oferecido na agência da Celesc no município, segundo Jonas alvo de constantes reclamações. Os ofícios foram endereçados a Cleicio Poleto Martins, diretor presidente da autarquia, e Pedro Paulo Molleri, responsável pelo escritório regional, em Itajaí.

Já a visita à ANTT teve como motivação o controverso acesso na BR-101 aos bairros Sertão de Santa Luzia e Sertão do Valongo, nas proximidades da praça de pedágio do município. A Câmara requereu informações sobre os reiterados pedidos de melhoria feitos ao órgão tanto pelo Legislativo quanto pelo Executivo, nenhum dos quais atendido até o momento.

As autoridades locais querem que seja construído um viaduto ou alça de acesso no local. Os vereadores também reclamam do reajuste no preço do pedágio efetuado em dezembro de 2020. Embora a Arteris/Autopista Litoral Sul esteja com o cronograma de obras exigidas pelo contrato de concessão atrasadas, obteve no Tribunal de Contas da União (TCU) autorização para aumentar as tarifas nas cancelas.