Tarifas mais caras a partir de hoje para o transporte intermunicipal da Viação Praiana

0
1085

A Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) concedeu reajuste médio de 6,6% na tarifa do transporte intermunicipal de passageiros. A medida entrou em vigor neste domingo, 23.
As Empresas de Transporte de Passageiros, por meio dos sindicatos, pleitearam a atualização dos valores monetários das tarifas entre 10% e 22,89%, conforme a característica da operação, alegando que “a defasagem tarifária e a acentuada queda de passageiros sobrecarregaram sobremaneira o equilíbrio econômico-financeiro do contrato”.

Os empresários alegaram também que, considerando o reajuste salarial conferido à categoria de trabalhadores e os aumentos dos valores do óleo diesel, o reajuste ainda ficará aquém da real necessidade do sistema.
“O poder público tem o dever jurídico de proceder os reajustes anuais, sob pena de provocar um desequilíbrio na equação econômico-financeira das operadoras, mas em respeito a modicidade tarifária e, principalmente, ao usuário, a decisão do Conselho de Administração foi de conceder um reajuste médio de 6,6%.”, explicou o secretário da Infraestrutura e Mobilidade, Carlos Hassler.

Reajuste do Praiana

Em nossa região, a Viação Praiana aderiu ao reajuste, que passa a valer a partir desta quarta-feira (26). Em seu site, a viação publicou um informe oficial sobre os novos preços das passagens:

A Viação Praiana comunicou que partir do dia 26/06/2019 alguns trajetos sofrerão reajuste tarifário. Este processo está autorizado pelo DETER (Departamento de Transporte e Terminais) conforme previsto na Resolução nº 001/2019, de 11 de junho de 2019, com reajuste nas tarifas do sistema de transporte intermunicipal de passageiros do Estado de Santa Catarina.

Segue abaixo linhas que sofreram reajuste:

PORTO BELO X LOJAS MOELLMANN = R$ 4,60
PORTO BELO X BALN. CAMBORIÚ = R$ 6,55
PORTO BELO X ITAJAÍ = R$ 9,90
MEIA PRAIA X BALN. CAMBORIÚ = R$ 5,20
MEIA PRAIA X ITAJAÍ = R$ 8,55
ITAPEMA X ITAJAÍ = R$ 7,55

Os créditos adquiridos com o valor anterior não sofrerão reajuste dentro do prazo de até 60 dias.

Artigo anteriorBactéria letal de meningite que circula em Santa Catarina deixa cidades em alerta
Próximo artigoMotociclista haitiano de 24 anos morre em acidente na BR-101 em Itajaí