Tarde do Beijú proporciona memória e valorização patrimonial

0
267

A tarde desta quinta-feira, 6 de outubro, marcou a realização de mais uma Tarde do Beijú no Espaço Cultural Engenho do Miminho no bairro José Amândio, onde a comunidade pôde degustar o beijú fresquinho, o sempre presente cafezinho acolhedor, as tradicionais rodas de conversa e bolos caseiros.

Essa edição além das delícias da mesa bombinense, proporcionou a certificação entregue aos representantes dos ranchos de pesca do Apolônio, Ingleses, Levi e Zé Luiz, Praia de Fora, Barra e do Porto do Canto de Bombas, em reconhecimento ao prêmio conquistado por Bombinhas com a história “Pesca Artesanal da Tainha”, no concurso internacional “TOP 100 Melhores Histórias de Destinos Responsáveis”, da fundação holandesa Green Destinations. A certificação foi uma ação da Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico.

A história bombinense é uma das 10 premiadas do Brasil, e a que recebeu a maior nota do país. Os ranchos e portos que não puderam se fazer presente receberão o seu certificado no decorrer dos próximos dias.

A Tarde do Beijú é um acontecimento realizado entre os meses de abril a novembro pela Fundação de Cultura desde 2013, e é contumaz aliar ao feitio do beijú, prato da culinária tradicional e contumaz na alimentação local, a outros momentos celebrativos no município. O Espaço Cultural Engenho do Miminho que sedia o encontro detém peças de engenho de farinha de mandioca e uma fornalha centenários, que pertenceram a família “Vieira”, e foram doados em 2015 para a FMC.

O Engenho do Miminho é administrado pela Fundação de Cultura de Bombinhas e recebe visitação com agendamento prévio pelo telefone/whatsapp (47) 3264-7478.

Artigo anteriorRoteiro Gastronômico Cultural vai até 20 de novembro
Próximo artigoSábado de sol antecede chegada de frente fria em SC