Segue internado e em estado grave PM baleado durante ocorrência de briga familiar em SC

0
141

O PM Richard Ribeiro foi baleado após atender um ocorrência de briga familiar em Imbituba, o homem que atirou contra o soldado foi morto por outro PM que, também, atendia a ocorrência – Foto: Reprodução/Internet

O policial militar Richard Ribeiro segue em estado grave no Hospital Nossa Senhora da Conceição em Tubarão. Ele foi baleado durante uma ocorrência de briga familiar em Imbituba no Sul catarinense.

De acordo com boletim médico emitido pela Polícia Militar (PM) na manhã desta sexta-feira (24), o policial está sedado e intubado. O estado dele é estável, mas devido a utilização de medicamento para manter a pressão. Um dos tiros atingiu o pulmão do policial.

Richard apresentou algumas melhoras nos exames laboratoriais, mas o quadro de saúde continua grave. Após ser atingido por dois tiros, um no braço e outro no abdômen, o policial foi inicialmente encaminhado pela ambulância da CCR Via Costeira ao Hospital São Camilo em Imbituba.

No local ele passou por um procedimento de drenagem de sangue no tórax. Posteriormente, na madruga desta quinta-feira (23) ele foi transferido para o hospital em Tubarão onde foi realizada uma cirurgia de emergência.

PM baleado e um homem morto após briga familiar

Na noite de quarta-feira (22), a PM foi acionada para atender a uma ocorrência de briga familiar na localidade de Peinha, às margens da BR-101, em Imbituba.

Um homem teria chegado em casa, começado a quebrar as coisas e ameaçar a própria mãe. Ele seria usuário de drogas e estaria em um surto psicótico.

De acordo com a PM de Imbituba, quando os policiais chegaram na ocorrência, o homem teria partido para cima dos policias com pedaços de pau e barras de ferro.

Momento em que o homem teria entrado em luta corporal com o policial Richard Ribeiro. Ambos teriam rolado no chão. A arma, que estava no coldre do policial, teria caído durante a briga.

Ao ver a arma, o homem teria aproveitado a oportunidade e atirado oito vezes no policial que ainda estaria caído no chão. Dos oito tiros, três acertaram o policial. Um dos tiros teria ficado no colete a prova de balas e os outros dois acertaram o abdômen e o braço de Richard.

O outro policial que atendeu a ocorrência então atirou contra o homem e o matou.