Saúde de Camboriú registra mais de 1.070 abstenções no último mês

0
78

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Camboriú atua com uma grande demanda de pacientes. O município já superou a marca de 100 mil habitantes e é um dos que mais cresce no quesito populacional em Santa Catarina. Em contrapartida, nos últimos meses, o Departamento de Regulação da SMS observou um aumento considerável no número de faltas em atendimentos agendados no município. Com a crescente demanda, o aproveitamento das vagas se tornou ainda mais necessário. Porém, somente no mês de julho, foram registadas mais de 1.070 abstenções no sistema de gestão da Saúde de Camboriú.

Segundo a secretária de Saúde, Elisama de Freitas, as abstenções prejudicam o atendimento de pessoas que realmente precisam do serviço. “É importante esclarecer para a comunidade que faltar em uma consulta médica, ou algum serviço disponível na saúde, prejudica tanto o paciente ausente quanto o sistema como um todo, pois causa desperdício de recursos, aumento das filas e interrupção do tratamento. É crucial que todos que confirmarem as consultas compareçam no dia e hora agendados, para que assim seja garantido a eficiência e equidade no atendimento”, pontua a secretária.

O atendimento que contou com o maior número de faltas foi a fisioterapia de alta complexidade no Centro de Reabilitação e Fisioterapia (CERFIS). De 1° até o dia 30 de julho, mais de 180 pacientes não compareceram ao agendamento. A consulta de preventivo teve 89 faltas, consulta ortopédica tiveram 84 abstenções, atendimento psicológico foram 83 não comparecimentos e ultrassonografia foram 73 não idas, que são outros destaques negativos nesse quesito.

Artigo anterior‘Retrato da tristeza’: baleia encalha e morre na praia da Joaquina
Próximo artigoComércio catarinense volta a crescer em junho