Quatro pessoas são condenadas a 175 anos de prisão por homicídios na Grande Florianópolis

Três crimes foram esclarecidos por investigações da DIC de Palhoça

0
1001
Investigações foram conduzidas pela DIC (Divisão de Investigações Criminais) de Palhoça – Polícia Civil/Divulgação/ND

Quatro pessoas foram condenadas por homicídios cometidos entre o final de 2017 e o início de 2018 em Palhoça, na Grande Florianópolis. As sentenças, proferidas em 2019 pelo Tribunal do Júri, somadas chegam a 175 anos de prisão. As investigações foram conduzidas pela DIC (Divisão de Investigações Criminais) de Palhoça.

Um dos casos esclarecidos ocorreu no dia 21 de novembro de 2017, quando um casal foi queimado vivo. O crime foi filmado pelos autores e as imagens foram amplamente divulgadas. Dois dos seis indiciados foram sentenciados. O mandante do crime foi condenado a 73 anos de reclusão, enquanto o outro autor recebeu a pena de 47 anos. Outros três investigados irão a júri ainda este ano.

Já as investigações da morte de um motorista de aplicativo, no dia 1º de fevereiro de 2018, apontaram para dois autores, incluindo um adolescente. Eles também filmaram a ação e divulgaram o momento em que a vítima foi baleada. Um dos autores foi condenado a 25 anos de prisão.

Outro caso que teve condenação recentemente foi o que envolveu um acusado de matar uma mulher carbonizada, em 6 de fevereiro de 2018. Ele foi condenado, nesta quinta-feira (30), a 30 anos de reclusão.

fonte: ND+

Artigo anteriorConfira quem são os 11 presos na Operação Alcatraz da Polícia Federal
Próximo artigoGarota de Itapema desfila seu doce balanço em passarela na Costa Rica