Protesto marca inspeção de hotel acusado de despejar esgoto em Bombinhas

Moradores aproveitaram presença de técnicos contratados pela empresa, da prefeitura e Polícia Ambiental para reclamar da situação

0
682

Moradores de Bombinhas realizaram um protesto em frente ao hotel Summer Beach. O empreendimento é acusado de despejo irregular de esgoto e chegou a ser interditado na semana passada. Contudo, a justiça manteve o local aberto e solicitou uma perícia feita nesta segunda-feira (11). Novamente há registro de água escorrendo pela calçada do local.

A Prefeitura de Bombinhas já anunciou que não vai esperar o resultado da perícia feita no Hotel Summer Beach para tentar interditar o empreendimento. A Procuradoria do Município deverá recorrer da decisão do TJSC (Tribunal de Justiça de Santa Catarina) de impedir a evacuação dos apartamentos do hotel e do condominío que funcionam na estrutura. A informação foi dada pelo presidente da FAMAB (Fundação do Meio Ambiente de Bombinhas), Flávio Matins.

Durante a tarde, ocorreu a inspeção no sistema de tratamento de efluentes do hotel. A previsão é que o resultado seja finalizado em 20 dias. “Não podemos esperar. O jurídico já vai agravar a decisão da desembargadora e pedir a interdição novamente”, explicou Martins.

A prefeitura de Bombinhas tenta desde o ano passado interditar o hotel. A medida ocorreu após constantes registros de água escorrendo por uma caixa na calçada do estabelecimento. Na semana passada, a juíza de Porto Belo, Janiara Maldaner Corbetta, autorizou a interdição e deu prazo de 48 horas para o local ser evacuado. No entanto, na noite de quinta-feira, a desembargadora Sônia Maria Schmitz cancelou a decisão devido as versões apresentadas pelo município e pela defesa do hotel. A defesa não comentou o novo vazamento e a perícia realizada ontem.