Polícia Civil descobre identidade de ossada humana encontrada em 2017

O corpo foi identificado após exames de DNA como sendo de Reginaldo França de Souza, 38 anos, natural de Barra Velha

0
2612

A Polícia Civil de Santa Catarina, através da Divisão de Investigação Criminal de Mafra, concluiu investigação sobre ossada humana encontrada às margens do Rio Negro em julho de 2017. O corpo foi identificado após exames de DNA como sendo de Reginaldo França de Souza, 38 anos, natural de Barra Velha.

Reginaldo ou “Pequeno”, como era conhecido, morava numa chácara, situada no loteamento Chableski e estava desaparecido desde maio de 2017. Ao longo das investigações, foi constatado que os suspeitos do crime CA, 22 anos, e L.A.S., 32, foram até a chácara onde Reginaldo morava, levaram a vítima até as margens do rio Negro, nos fundos do imóvel, onde desferiram diversos golpes de facão em suas costas, bem como atiraram na sua cabeça. Em seguida, para se eximir de responsabilidades e para que não fossem presos, jogaram o corpo no leito do rio para que nunca fosse encontrado.

Os suspeitos foram indiciados por crime de homicídio qualificado e ocultação de cadáver e, caso condenados, podem pegar uma pena superior a 30 anos de prisão.

Artigo anteriorPolícia Civil de Tijucas prende criminoso que tentou assaltar agência bancária
Próximo artigoCreche de Itajaí cria Bebeteca para apresentar literatura às crianças