PM monitora escola de São João Batista que sofreu ameaça de atentado

As aulas na escola foram mantidas e a direção afirma que não há motivo para pânico, pois todas as medidas de segurança estão sendo tomadas

0
1084

Imagens começaram a circular e assustar uma comunidade de São João Batista nesta terça-feira (19). A foto de uma filha de caderno mostra anotações detalhadas de como deveria ser executado um atentado com arma de fogo na Escola de Educação Básica São João Batista. A imagem foi divulgada em grupos de WhatsApp.

A Polícia Civil, após investigar o caso, informou não ter encontrado até o momento indícios de que existe a possibilidade real da ocorrência de um atentado na escola. Os policiais ainda alertaram para que a imagem não seja divulgada ou compartilhada sem que se tenha certeza de sua veracidade.

As aulas na escola foram mantidas e a direção afirma que não há motivo para pânico, pois todas as medidas de segurança estão sendo tomadas. Policiais militares monitoram a chegada dos alunos na escola na manhã desta quarta-feira (20).

Os policiais ainda sugeriram aos pais o controle das redes sociais de seus dependentes, sejam eles crianças ou adolescentes, mantendo a Polícia Civil ciente de qualquer ato que fuja da normalidade. As investigações devem continuar.

Artigo anteriorDéte Pexera faz apresentação gratuita na Fenami de Camboriú
Próximo artigoExportações do complexo soja catarinense aumentam 58% em 2019