Mulher que vendia medicamentos abortivos ilegais pela internet é alvo de operação em SC

0
141

A DEIC (Diretoria Estadual de Investigações Criminais) cumpriu nesta terça-feira (11) mandado de busca e apreensão na casa de uma mulher em Forquilhinha, no Sul catarinense. Ela é suspeita de vender medicamentos abortivos ilegais.

Na residência da investigada, de 28 anos, os agentes apreenderam diversas caixas do medicamento conhecido como “Cytotec”, cuja substância ativa, o misoprostol, é usada para a prática ilegal de aborto.

Segundo a DEIC, a mulher assumiu comercializar os medicamentos por grupos de WhatsApp e Instagram em diversas cidades do país. Ela não foi presa, pois, de acordo com a diretoria, a representação policial foi negada pelo Ministério Público.

Artigo anteriorSC mantém tendência de queda nos casos de síndrome respiratória, aponta Fiocruz
Próximo artigoEntrevista Pelo Estado: “SC não pode se dizer a Suíça brasileira e negar que mais de 500 mil passam fome”