Moradores ficam milionários ‘do dia para a noite’ em novo modelo de negócios em SC; entenda

0
134

Moradores da cidade de Porto Belo, no Litoral Norte catarinense, têm se tornado “milionários do dia para a noite”. A busca por terrenos para o mercado aquecido da construção civil no município tem possibilitado o crescimento dos processos de permuta.

Além de movimentar a economia através da geração de emprego e renda, o setor da construção civil tem alterado a realidade de proprietários de imóveis na região. Com terrenos cada vez mais valorizados, construtoras optam por permutar as áreas por apartamentos.

É o caso do aposentado Antônio Carlos de Souza. Em 1998, ele se mudou para Porto Belo e adquiriu um terreno por R$ 50 mil a 600 metros do mar. No ano passado, Antônio Carlos resolveu permutar o imóvel com uma construtora.

Na negociação, ele recebeu três apartamentos lançados a R$ 1.500.000,00 cada. Desta forma, ele conseguiu aumentar o patrimônio para R$ 4,5 milhões. Além disso, o aposentado irá morar de aluguel que será totalmente custeado pela empresa.

O aposentado garante que já sabe exatamente o que fazer com cada imóvel que irá receber na permuta. “Primeiro, pretendo dar um apartamento para cada um dos meus dois filhos e, assim, vou ter sempre meus netos por perto. No terceiro imóvel irei morar. Sinceramente, nunca imaginei que minha vida daria essa guinada”, comemora.

O mesmo aconteceu com o aposentado Ben-Hur Lemos Lucchesi que, pela segunda vez, realiza permuta de área com construtora. Na negociação mais recente, ele recebeu dois apartamentos no valor de lançamento de R$ 1,7 milhão cada, e três lojas comerciais que custam R$ 450 mil cada. Assim, o aposentado acumulou o patrimônio de R$ 4.750.000,00.

Novos ‘milionários’ surgem na cidade

Em ambos os casos, o processo de permuta foi realizado pela Arkidá Gestão de Investimentos, consultoria especializada em permutas para incorporadoras. Atualmente, de acordo com a Arkidá, em Porto Belo 90% das áreas são permutadas.

“As construtoras veem com bons olhos a possibilidade de permutar áreas para construção, pois assim, boa parte do capital inicial que, normalmente seria despendido na compra da área, pode ser investido na própria obra, garantindo um empreendimento com diferenciais e maior valor agregado” explica Fabrício Pavesi, arquiteto da Arkidá Gestão de Investimentos.

Já para quem permuta é a oportunidade única de “ficar milionário do dia para a noite”. “Casos de permutantes estão se tornando cada vez mais comuns e nós acompanhamos que, nas negociações, os permutantes sempre ficam satisfeitos, pois podem aumentar seu patrimônio de uma forma que nunca imaginaram antes, destaca Patrícia Nunes, corretora de imóveis da Arkidá Gestão de Investimentos.

A prática de trocar a área por unidades do empreendimento é uma característica que diferencia Porto Belo das demais cidades da região, onde a permuta não é tão comum. Esse modelo vem atraindo ainda mais construtoras e investidores para o município.

Atualmente, cerca de 200 construtoras e incorporadoras atuam na cidade, que se destaca por ser uma das mais valorizadas do país. Em média, o metro quadrado chega a R$ 10.558, um dos mais altos do Brasil, podendo ser ainda maior em bairros como Balneário Perequê.

Artigo anteriorBombinhas se prepara para o Dia Mundial da limpeza 2023
Próximo artigoItajaí inicia campanha de arrecadação em prol das famílias atingidas no Rio Grande do Sul