Hospital Marieta de Itajaí libera entrada de acompanhantes no centro obstétrico

0
1502

Foi liberado pelo Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí a presença de acompanhantes no centro obstétrico. Por conta da pandemia da Covid-19, a entrada foi proibida no final do mês de março, para tentar evitar aglomerações de pessoas e também não expor os recém nascidos. A novidade foi divulgada na quarta-feira (19), e já está em rigor.

Segundo o hospital Marieta, a decisão foi tomada, após os últimos Boletins Epidemiológicos publicados pelo Ministério da Saúde, apresentarem números estáveis de infectados em Santa Catarina. Entretanto, se houver aumento de infecção no Estado, o hospital voltará a proibir acompanhantes.

 A proibição gerou polêmicas

A decisão de restringir a presença de acompanhante no parto gerou polêmica. Algumas mulheres que tiveram seus bebês durante a pandemia, disseram que o hospital fere a lei ao impor parto solitário. Em junho foi criado por algumas gestantes, o movimento “Libera Marieta”, que ganhou força pelas redes sociais, já que a presença do acompanhante no momento do parto é garantida por lei criada em 2005.

Artigo anteriorJustiça nega liberação de vídeos na Internet que ensinam práticas para cultivo de erva
Próximo artigoO estado de Santa Catarina foi um dos primeiros do país a adotar medidas de isolamento social, qual é a situação atual da evolução do COVID-19?