Homem de SC recebe tipo de sangue ‘raríssimo’ de um dos 4 únicos doadores do Brasil

0
123

Um homem de 62 anos recebeu uma transfusão sanguínea muito especial em Santa Catarina. Isto porque ele tem um tipo de sangue considerado “raríssimo” pela medicina. Só para se ter uma ideia, apenas quatro pessoas em todo o país são registradas com essa tipificação.

A transfusão feita pelo Hemosc (Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina) foi considerada um grande sucesso.

O concentrado de hemácias é chamado de “Vel negativo”. De acordo com o Cadastro Nacional de Sangue Raro, há apenas quatro doadores com esse tipo de sangue – dois identificados em Santa Catarina e dois em São Paulo.

Segundo o Hemosc, o concentrado de hemácia Vel negativo é um dos tipos sanguíneos mais difíceis de ser fornecido em muitas regiões.

“O envio foi feito em solicitação à Coordenação-Geral de Sangue e Hemoderivados do Ministério da Saúde, por meio do Cadastro Nacional de Sangue Raro”, explica o centro.

“Investimos constantemente em atualização de tecnologia e desenvolvimento de estudos e capacitação de pessoas para atuarmos com excelência atendendo aos pacientes onde quer que estejam e sempre contando com a generosidade dos nossos doadores”, afirma a diretora do HEMOSC, Patrícia Carsten.

A identidade do homem que recebeu o sangue não foi revelada para manter o “sigilo médico/paciente”.

Mais de 400 antígenos sanguíneos

Segundo o órgão estadual, os tipos sanguíneos A, B, AB e O, RhD positivo e negativo, são os mais conhecidos, mas já foram descritos 44 sistemas de grupos sanguíneos e são conhecidos mais de 380 antígenos classificados pela Sociedade Internacional de Transfusão de Sangue ISBT (International Society of Blood Transfusion).

Os anticorpos anti-Vel normalmente possuem importância clínica por estarem implicados em casos de reações transfusionais hemolíticas severas, inclusive com relato de óbitos devido a esse tipo de incompatibilidade, o que demonstra a importância da metodologia usada no HEMOSC.

Artigo anteriorApagão deixa cidades de todo o Brasil sem luz na manhã desta terça-feira; entenda
Próximo artigoPorto Belo participa de Curso de Aperfeiçoamento em Gestão dos Ecossistemas da Inovação