Dos 135 municípios atingidos pela chuva, 82 decretaram situação de emergência em SC; veja quais

0
126
Foto: Ricardo Trida/Secom

O número de municípios catarinense em situação de emergência, por conta dos estragos causados pela chuva, subiu de 67 para 82, conforme o último relatório divulgado pela Defesa Civil, na noite de segunda-feira (9). Em Santa Catarina, de acordo com os dados coletados pelo órgão até as 18h, 135 municípios haviam registrado ocorrências por conta do tempo.

Duas mortes foram confirmadas no Estado por conta da chuva: uma em Palmeira e outra em Rio do Oeste. Outra pessoa ficou ferida em Timbó.

82 municípios em situação de emergência

A situação mais grave é registrada no Vale do Itajaí. Dos 37 municípios atingidos na região, 26 decretaram situação de emergência.

São eles: Laurentino; Rio do Oeste; Mirim Doce; Presidente Getúlio; Aurora; Agronômica; Rio do Sul; Trombudo Central; Blumenau; Indaial; Ilhota; Agrolândia; Taió; Gaspar; Botuverá; Ituporanga; Lontras; Dona Emma; Salete; Vitor Meireles; Chapadão do Lageado; Pouso Redondo; Ibirama; Witmarsun; Rio do Campo e Vidal Ramos.

Veja os municípios das demais regiões que decretaram situação de emergência:

Oeste: Ibiam; Jaborá; Erval Velho; Tangará; Pinheiro Preto; Irani; Águas de Chapecó;

Norte: Canoinhas; Três Barras; Corupá; Araquari; Campo Alegre; Itapoá; Rio Negrinho; São Bento do Sul; Itaiópolis; Mafra; Bela Vista do Toldo; Monte Castelo; Papanduva; Irinópolis; Massaranduba;

Serrana: Brunópolis; Frei Rogério; Monte Carlo; Curitibanos; Vargem; Lebón Regis; São Cristóvão do Sul; Bom Jardim da Serra; São Joaquim; Palmeira; Otacílio Costa; Painel; Urupema; Abdon Batista;

Sul: Garopaba; Urussanga; Treviso; Orleans; Lauro Muller; Forquilhinha; Tubarão; Pedras Grandes; Capivari de Baixo; Grão-Para; São Ludgero; Araranguá

Grande Florianópolis: Santo Amaro da Imperatriz; Anitápolis; Rancho Queimado; Governador Celso Ramos; Angelina; São João Batista; Alfredo Wagner

SC segue com risco alto para alagamentos e deslizamentos

Apesar da melhora no tempo, Santa Catarina segue em alerta, com risco alto para alagamentos e deslizamentos, devido ao acumulo de água no solo. Além disso, a Defesa Civil monitora o que seria uma terceira onda de chuvas fortes no estado. Por isso, o órgão alerta para nova situação de alerta a partir de quarta-feira (11).

Conforme o órgão. há condições para temporais localizados, principalmente entre o Oeste e o Norte catarinense, com chuva intensa, descargas elétricas, vendaval e queda de granizo.

Artigo anteriorObras de prevenção amenizaram impacto das chuvas em Balneário Camboriú
Próximo artigoLavanderia ‘escondia’ crime de grupo em Balneário Camboriú; Polícia Civil investiga o caso