Dois caminhoneiros são sequestrados e mantidos reféns por três dias em Itajaí

0
154

Ao longo da tarde deste domingo (7), a Polícia Militar de Itajaí, Litoral Norte de Santa Catarina, recebeu duas denúncias distintas de dois caminhoneiros que foram sequestrados na última quinta-feira (4) e mantidos em cárcere privado por três dias. As vítimas teriam caído no golpe do falso frete.

De acordo com informações da Polícia Militar, no domingo uma guarnição foi acionada até o bairro Espinheiros, quem chamou os policiais foi um outro homem que teria encontrado a primeira vítima do sequestro.

No local, os policiais encontraram o homem, de 51 anos, debilitado e aparentemente sob efeito de algum entorpecente depressor do sistema nervoso central.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) também foi acionado, prestou atendimento e conduziu o cidadão até a Upa (Unidade de Pronto Atendimento) do bairro Cordeiros.

Após avaliação médica, a vítima contou o que aconteceu aos policiais, informando que foi sequestrado por pelo menos três homens, que portavam arma de fogo. O homem dirigia um caminhão Volvo/NH12380 4X2T e Reboque/Noma SR3E27 CG (MFD3962).

O sequestro ocorreu em Balneário Piçarras na última quinta-feira (4) e, em cativeiro, o homem foi agredido e ameaçado. De acordo com a vítima, os agentes ligaram para a esposa dele, exigindo que ela fizesse transferência de valores.

O homem contou ainda que ficou por pelo menos três dias em cativeiro, e foi abandonado sob efeito de entorpecentes no domingo em uma região de mata. Depois de conseguir se soltar das amarras, ele seguiu até próximo à rodovia onde foi encontrado.

Segunda vítima no bairro Salseiros

Instantes após, no bairro Salseiros, um outro caminhoneiro também acionou a Polícia Militar, relatando fato semelhante. De acordo com a segunda vítima, de 41 anos, na última quinta-feira, por volta das 11h, foi rendida por quatro homens armados que levaram o caminhão, e a mantiveram em cativeiro por cerca de três dias.

Ainda de acordo com a segunda vítima, ela havia combinado um frete com o caminhão por intermédio de um aplicativo especializado, para realizar uma coleta em Balneário Piçarras. Ao chegar no local, foi rendido pelos suspeitos.

Além do caminhão Volvo/FH 540 6X4T, foram levados os dois semirreboques de cor branca da marca Volvo, o Smartphone da vítima, e cerca de R$ 2 mil.

As guarnições registraram os fatos, orientaram as vítimas, e seguiram para os locais relatados pelas vítimas com o objetivo de levantar informações que permitam identificar e localizar os suspeitos, entretanto até o momento não foram encontrados.

Artigo anteriorMissa pela Pesca da Tainha reúne fiéis na Praia do Perequê
Próximo artigoCâmara de Itapema apresenta exposição “Inspiração, Arte e Sentimento”