Divulgado relatório de Balneabilidade da última segunda-feira

0
1119

Foi divulgado o resultado do relatório de balneabilidade das praias de Balneário Camboriú referente a coleta da última segunda-feira (04), feita pelo Freitag Laboratórios Ltda. Dos 15 pontos analisados, apenas o Pontal Norte, na Praia Central, permanece impróprio para banho. A Lagoa de Taquaras, na Praia de Taquaras, também está imprópria, mas não consta no relatório por não ser praia. Os outros 14 pontos estão próprios para o banho. O resultado é o mesmo das últimas quatro coletas.

Os 15 pontos analisados são: Estaleirinho, Estaleiro, Taquaras (em frente ao ponto de ônibus e em frente à Escola Municipal), Laranjeiras, Frente a Rua 4009 – Pontal Sul, Rua 4000, Rua 3500, Rua 3000, Rua 2500, Rua 2000, Rua 1400, Rua 51, Rua 1001, Pontal Norte.

Na última segunda-feira (04), em reunião com o Instituto do Meio Ambiente (IMA), o Município solicitou a realização de mais coletas por semana, já que o IMA faz apenas uma por semana. Foi encaminhado formalmente, um termo de cooperação técnica por meio da EMASA, para custear o valor de mais duas coletas e o Instituto irá coordenar o trabalho, de acordo com a metodologia já utilizada. O IMA irá estudar o trâmite jurídico para ver a viabilidade dessa parceria.

“Para saber se um ponto é próprio ou impróprio, o IMA analisa os dados das últimas cinco coletas. Aumentar o número de coletas por semana é necessário para ter um resultado coerente com as condições atuais das nossas praias”, destaca o diretor-geral da Emasa, Douglas Costa Beber.

Sobre a coleta

As coletas realizadas pelo laboratório Freitag – credenciado pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA) e acreditado no INMETRO, acontecem desde março de 2018. O laboratório é contratado pela Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMASA), em cumprimento ao TAC com o Ministério Público para analisar a qualidade da água das praias.

A água é coletada por meio de um recipiente de inox higienizado, em seguida é depositada em um frasco com as identificações necessárias. Esse frasco é armazenado em uma caixa térmica com bolsas de gelo para ser transportado até o laboratório da empresa, onde é feita a análise. As amostragens são realizadas seguindo todas as normas de higiene e biossegurança.

Artigo anteriorNovas placas de educação e preservação ambiental em Bombinhas
Próximo artigoShopping de Florianópolis apresenta sessão de cinema para crianças autistas