Cultura de Porto Belo é representada no 28º Açor em Sombrio

0
230

O Município de Porto Belo foi representado na 28ª edição do Açor – Festa da Cultura Açoriana, que aconteceu entre os dias 16 e 18 de setembro em Sombrio.

Organizada pelo Núcleo de Estudos Açorianos (NEA) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), a festa tem como objetivo celebrar a cultura açoriana no estado, expondo manifestações culturais mais representativas da cultura de base açoriana.

Porto Belo contou com um estande, mantido pela Fundação Municipal da Cultura. A equipe montou no local da festa um pequeno acervo, onde as pessoas podiam conhecer um pouco mais sobre os costumes dos açorianos através de móveis e peças antigas. Além do acervo da Fundação da Cultura, Porto Belo também esteve representado através do Grupo Alegria, formado por mulheres da terceira idade, que realizam apresentações de danças açorianas.

A presidente da Fundação da Cultura Cristiani de Jesus destaca o orgulho da equipe em poder representar Porto Belo em momentos de forte expressão cultural. “Temos orgulho da nossa cultura açoriana assim como temos orgulho da nossa cidade e da nossa gente. Poder representar junto com toda a equipe da Fundação da Cultura do Município de Porto Belo na maior festa da Cultura Açoriana do Estado, é algo marcante. Estamos felizes em poder deixar a nossa marca nesta festa tão querida, que mostra um pouquinho da cultura e costumes dos nossos antepassados” – explica a presidente. O prefeito Joel Lucinda participou durante o final de semana da festa em Sombrio.

Para participar do 28º Açor, a Fundação da Cultura realizou investimentos e buscou parcerias para que o Grupo Alegria pudesse estar com trajes novos, ainda mais característicos que os antigos. O Grupo Alegria é mantido através do Projeto Arteiro, cujo instrutor é custeado pelo Governo Municipal através da Fundação da Cultura.

Artigo anteriorR$ 14,5 milhões gastos na compra dos respiradores voltam aos cofres de SC
Próximo artigo‘Estou aqui e fortemente armado’: ameaça pode ser golpe aplicado em SC; entenda