Chuva seguida de enchente afeta 15 mil pessoas em São João Batista

0
192
Foto: Cristiano Estrela/Secom

São João Batista decretou situação de calamidade pública na tarde desta quinta-feira (1º) devido a uma das maiores enchentes de sua história, em razão das fortes chuvas. O Rio Tijucas, que corta a cidade, chegou a atingir o nível de 9,16 metros durante o dia.

Em apenas 24 horas, o nível subiu mais de seis metros. A estimativa é que cerca de 15 mil pessoas tenham sido afetadas, com a enchente ocupando quase 85% do território batistense. Ao menos 700 pessoas foram levadas para abrigos emergenciais da Defesa Civil.

Os resgates aconteceram ao longo de todo o dia, sendo utilizados inclusive helicópteros, botes, motos aquáticas, jipes e caiaques enviados por municípios vizinhos e empresários. Não foi registrada, até o momento, nenhuma morte.

O reservatório de água da cidade está vazio e não há previsão de restabelecimento da normalidade. A adutora que leva a água até a Estação de Tratamento foi rompida, não sendo ainda possível precisar a dimensão dos estragos e quando será possível efetuar os reparos necessários. Também há o registro de quedas de pontes no interior.

Aulas foram canceladas e o expediente nas repartições públicas municipais foi suspenso para que todos os esforços das equipes sejam concentrados no combate à tragédia que assola a capital catarinense do calçado.

Voluntários estão sendo recrutados para auxiliar na organização dos abrigos. Também estão sendo solicitados donativos, principalmente colchões, roupas de cama, alimentos, fraldas e itens de higiene pessoal.

Artigo anteriorCopa: Brasil enfrenta Camarões tentando manter 100% de aproveitamento
Próximo artigoSala do Empreendedor de Bombinhas conquista ‘Selo Prata’ do Sebrae