Cerca de 3 toneladas de maconha e skunk são encontradas em caminhão na Palhoça

0
246

Um caminhão carregado com três toneladas de maconha e skunk, droga mais potente que a maconha, foi apreendido na madrugada desta sexta-feira (14), na BR-101, em Palhoça, na Grande Florianópolis. Os fardos estavam escondidos entre a carga de farelo de milho.

A PRF (Polícia Rodoviária Federal), com ajuda da PM (Polícia Militar), conseguiu identificar o caminhão carregado de entorpecentes, além de um segundo veículo que ainda o “escoltava”.

Foram 2.900 kg de maconha e 100 kg de skunk, escondidas debaixo da carga de farelo de milho, em um caminhão com placas de Mato Grosso. A polícia estima o valor total da apreensão em R$ 6 milhões de reais.

Os motoristas das duas carretas, mato-grossenses de 38 anos, informaram que o destino final da mercadoria seria a região da Grande Florianópolis.

Eles foram conduzidos até a sede da Polícia Federal, onde responderão pelos crimes de tráfico de drogas. A pena pode atingir os 15 anos de reclusão, além de pagamento de multa.

Crime no Oeste

Dois homens, um de 22 anos e outro de 23 anos, foram presos por tráfico de drogas em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina. A Polícia Militar recebeu uma denúncia de que houve uma entrega de substâncias ilícitas, em uma caixa de isopor, na quinta-feira (13), por volta das 20h. O caso ocorreu na rua Paulo Bartolomei, bairro Cristo Rei.

A guarnição foi informada que além da caixa de isopor, outra parte da droga estaria em um carro de modelo Fox. Os policiais contaram com apoio das demais guarnições e localizaram o veículo, momento em que saia da casa.

Nas proximidades do Shopping o carro foi abordado, nele estavam os homens. Após revista, a polícia encontrou com a dupla a quantia de R$ 554,00. Na sequência a guarnição foi até a casa e após autorização, o homem de 23 anos mostrou a guarnição onde estavam as substâncias.

Segundo o relatório policial, em cima da cama foi encontrada 0,094 gramas de maconha. No local estava também a caixa de isopor com 13 quilos e 186 gramas de maconha. No guarda-roupa foi localizado uma meia com 100 comprimidos de ecstasy e em cima do móvel estava uma balança de precisão.

O Canil da Polícia Militar foi acionado para fazer buscas. Foi então que o cão localizou, em um armário ao lado da porta da residência, a quantia de 264 gramas de maconha.

Os homens e o material apreendido foram encaminhados para a Central de Plantão Policial para providências legais. Não foram divulgadas informações de se a dupla contava com histórico policial.

Por ND+

Artigo anteriorCopos ecológicos reduzem o consumo de plástico durante a 34ª Marejada de Itajaí
Próximo artigoRecadastramento do Fila Única de BC inicia segunda-feira