Brincadeira e ‘deboche’ de passageiro de Chapecó atrasam voo em quase 5 horas

0
139

Um voo da Latam que partiria de Guarulhos, em São Paulo, com destino ao aeroporto de Teresina, no Piauí, atrasou quase cinco horas após a suspeita de que um passageiro carregava uma bomba na bagagem. Isso aconteceu nesta segunda-feira (2) no Aeroporto Internacional de Guarulhos.

O passageiro de 53 anos que partiu de Chapecó/SC, segundo a Polícia Federal, teria feito uma “brincadeira” em “tom de deboche” quando o funcionário do aeroporto orientava outro passageiro a despachar a bagagem. Ao passageiro em questão, foi questionado se na mala dele havia algo de metal e ele teria respondido que havia uma bomba.

“O homem que fez tal afirmativa, em tom de deboche, havia sido repreendido pelo funcionário, porém sua manifestação causou pânico no casal que ouviu a conversa e por este motivo foram acionados os protocolos de segurança”, informou a PF em comunicado à imprensa.

A Polícia Federal tomou medidas, desembarcando todos os passageiros e isolando a aeronave em uma área remota. Apesar da inspeção adicional com detectores de explosivos e raio-x, nada ilícito foi encontrado nas bagagens, que estavam destinadas a Teresina, no Piauí.

O homem foi conduzido à delegacia da PF, com testemunhas e funcionários envolvidos. Lá, ele negou ter mencionado a palavra bomba.

 

O avião foi levado a uma área mais afastada, onde houve uma nova revista de passageiros e bagagens. “Em razão dos fatos foi instaurado, em desfavor do acusado, um Registro de Fato (RDF), que pode ensejar, após uma análise minuciosa dos fatos, tanto medidas criminais quanto administrativas”, afirmou a PF.

Procurada, a empresa LATAM informou que prestou toda a assistência aos passageiros durante o procedimento.

A LATAM informa que o voo LA3194 (São Paulo/Guarulhos-Teresina) de segunda-feira (2/10), programado para decolar às 14h50 (hora local), foi liberado após inspeção da Polícia Federal e decolou normalmente às 19h40. Durante o procedimento, a LATAM prestou toda a assistência aos passageiros.

Artigo anteriorMulher é estuprada e ataca homem com pedaço de vidro em Itapema
Próximo artigoChuvas em Santa Catarina: cuidados essenciais apontados pelo Corpo de Bombeiros Militar