Bairros universitários puxam valorização do m² em Florianópolis em agosto

0
183

Florianópolis registrou a segunda maior valorização imobiliária entre as capitais brasileiras no mês de agosto, mostra o novo índice FipeZAP+ divulgado nesta terça-feira (5).

No mês de retorno às aulas foram os bairros no entorno da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina) que registraram a maior alta no preço do imóvel. A valorização foi de 19,9% na Trindade e de 18,9% no Córrego Grande, destaca o boletim.

Ao comparar todo o acumulado de 2023, Florianópolis ocupa a terceira posição entre as capitais com maior valorização. A Ilha de Santa Catarina está atrás de Campo Grande (alta de 9,09% no metro quadrado) e Maceió (11,23%).

Com alta de 1,31%, o preço da médio do m² na Ilha de Santa Catarina é de 10.528 – o terceiro mais caro. São Paulo (R$ 10.528/m²) e Vitória (R$ 10.626/m²) são as duas capitais mais custosas para comprar imóvel no Brasil.

Ao considerar todas as cidades analisadas pelo índice, além das capitais, Florianópolis ocupa a quinta posição no ranking. Estão em Santa Catarina as duas cidades mais caras para se adquirir imóveis: Balneário Camboriú (R$ 12.435/m²) e Itapema (R$ 11.863/m²).

Segundo o índice, o aumento médio foi de 0,44% em todas as cidades analisadas. “O incremento mensal foi mais expressivo nos preços de venda de imóveis com apenas um dormitório (+0,54%), contrastando com a alta relativamente menor no valor de unidades dotadas de dois dormitórios (+0,35%)”, destaca o estudo.

Preço médio do m² por bairro em Florianópolis

  • Agronômica – R$ 12.926 (aumento de 0,1% em agosto);
  • Córrego Grande – R$ 11.097 (aumento de 18,9% em agosto);
  • Centro – R$ 11.032 (aumento de 11,1% em agosto);
  • Itacorubi – R$ 10.756 (alta de 12,7% em agosto);
  • Trindade – R$ 10.681 (aumento de 19,9% em agosto);
  • Saco Dos Limões – R$ 9.276 (alta de 16,3% em agosto);
  • Estreito – R$ 8.751 (aumento de 13,6% em agosto);
  • Coqueiros – R$ 8.600 (alta de 16,1% em agosto);
  • Ingleses Do Rio Vermelho – R$ 8.078 (aumento de 18,3%); e
  • Capoeiras – R$ 6.831 (aumento de 14,5% em agosto)
Artigo anteriorDescobrindo Bombinhas capacita turma de agosto
Próximo artigoPorto Belo realiza concurso de culinária com equipes responsáveis pela merenda escolar